Datacom
DmOS. Network Operating System.
DmOS
Network Operating System

As possibilidades de diferenciação no lado do hardware são mínimas e estão mais relacionadas à eficiência energética, qualidade de fabricação e custo. O real diferenciador em dispositivos de rede é o software. Diferentemente dos servidores, onde o mercado está consolidado em torno de poucas opções, o Sistema Operacional em dispositivos de rede - também chamado de NOS ou Network Operating System - está longe de ser consolidado. De fato, a tendência atual é de diferenciação. Isso se deve à característica interna de uma NOS, já que ele não é apenas uma camada fina sobre o hardware, mas uma combinação de um grande conjunto de tarefas e protocolos de rede para cuidar da variedade de cenários de telecomunicações.

Mas a complexidade sempre traz riscos de segurança. De vulnerabilidades inesperadas a backdoors ocultos, tudo pode ser introduzido silenciosamente em um dispositivo de rede por meio do NOS. O espelhamento de tráfego ou o controle externo no roteamento de dados pode expor a estabilidade da rede ou dados críticos do usuário. Pode ser muito difícil rastrear a partir do exterior.

Os últimos anos trouxeram o fenômeno da desagregação. Os clientes costumavam escolher seus equipamentos de rede a partir de uma seleção de caixas-pretas - hardware e software - como se fossem uma única entidade. Agora, os clientes podem selecionar qualquer combinação de hardware e software, com o software sendo a face na frente do cliente, a diferenciação e a chave para qualidade, inovação e segurança.

Muito poucas empresas no mercado internacional têm o conhecimento e a experiência para construir um sistema operacional de rede completo e abrangente. Há alguns ícones bastante conhecidos na indústria tradicional, e há ainda o advento de várias alternativas para os chamados white boxes. Mas quantos deles podem oferecer uma equipe de +100 experientes engenheiros de rede, muitos deles com mais de 15 anos na indústria, para construir um sistema operacional? A Datacom pode. Após 10 anos de sua primeira geração de switches Ethernet, a Datacom decidiu investir USD 30 milhões e quatro anos projetando DmOS - Datacom OS - um sistema operacional moderno que oferece alta qualidade e segurança, além de uma plataforma de inovação para o futuro.

Nascido para Desagregação

O DmOS foi projetado com dois objetivos principais: escalabilidade e portabilidade. Escalabilidade para suportar o crescimento no número de aplicações e para suportar plataformas de diferentes portes e arquiteturas. Portabilidade para desvincular o SO do desenvolvimento da plataforma de hardware, permitindo que o DmOS seja executado em diferentes infraestruturas de hardware, fornecedores de ASIC ou mesmo plataformas de hardware projetadas por outros fabricantes (white boxes).

Esses objetivos foram alcançados por uma forte modularidade de software com uma camada de abstração de hardware clara e bem definida. Essa modularidade permite que o DmOS cresça e se adapte a qualquer ambiente físico ou virtual, sendo executado sobre qualquer arquitetura de hardware ou como um dispositivo virtual encapsulado como uma máquina virtual ou em container, alinhado às novas tendências do setor.

Características
  • Escalabilidade, Modularidade e Portabilidade
  • Nascido para desagregação, multiplataforma “by design”
  • Características avançadas para aplicações de Telcos e Provedores de Serviço
  • Foco em Segurança
  • Interfaces Abertas para Gerência e Orquestração
  • Baseado em Distribuição de Linux própria e controlada
  • Estado-da-Arte em Processo de Desenvolvimento de Software